×
  • Estamos com nosso atendimento normalizado. Por medidas de segurança, pedimos que os atendimentos presenciais sejam agendados clicando aqui.

Mundo dos Vistos

eTA ou visto canadense?

Reforçamos sempre a importância de que o visto seja feito de maneira responsável e respeitando todas as leis de imigração pertinentes.


Nesse post gostaria de abordar alguns pontos relevantes que devem ser considerados no momento da aplicação.


Hoje em dia sabe-se que em uma viagem para o Canadá a turismo ou estudos de idiomas até 6 meses, temos como opção um visto de turismo ou o eTA (caso tenha dúvidas em qual visto solicitar, clique aqui).


Nem todos os brasileiros têm direito ao eTA, mas para se tornar elegível portar um visto americano é suficiente. Mas se a pessoa quiser seguir por esse caminho, pode ser muito arriscado pois o processo deixa de ser genuíno, ou seja, se essa pessoa chegar no consulado americano alegando que quer tirar um visto de turismo para se candidatar ao eTA certamente seu visto será negado. Com isso as pessoas têm em geral contam uma história que não é verdadeira ao oficial de vistos para justificar o motivo pelo qual está solicitando um visto americano, sendo que o objetivo da viagem é a ida ao Canadá.


Você deve estar perguntando: Mas por qual razão tem pessoas que fazem isso? Pois bem, fazendo uma conta rápida, e utilizando os valores de 02/09/2020, um visto para os EUA custa USD160,00 e um eTA CAD7,00. Isso dá aproximadamente USD165,00.


Um visto canadense de turismo hoje está aproximadamente em CAD185,00, ou USD142,00. Em tese valeria a pena ter dois vistos pelo valor aproximado de apenas um, mas isso está errado. Sempre temos que ter em mente o objetivo principal da viagem. Se a viagem é para o Canadá, o primeiro visto deve ser para esse destino. Caso haja escala em algum lugar que o visto é obrigatório então deve ser feito após a finalização do primeiro.


É notório o aumento de negativas para vistos para os EUA pois o oficial no momento da entrevista entendeu que havia mentiras no processo e isso pode prejudicar - e muito - em solicitações futuras e também para um processo para o visto canadense.


Há empresas de assessoria de vistos e agências de viagens que incentivam essa conduta, mas decisões recentes no âmbito da justiça aqui no Brasil condenaram,  por danos materiais e morais, as empresas que indicam que o candidato de visto siga por este caminho, com valores indenizatórios superando a R$ 20.000,00. Não é razoável que tendo como destino o Canadá, se solicite  a obtenção de visto americano. 


Em uma decisão o juiz alega que: “muito embora a negativa do visto do autor tenha se dado por atividade discricionária da Administração Pública do Estados Unidos da América, forçoso convir que a ré contribuiu para tal fato, uma vez que orientou o autor a mentir na entrevista junto ao consulado americano para obter visto para país diverso daquele em que pretendia fazer o programa de intercâmbio"


E ainda: “Ainda que se cogite a possibilidade do visto americano ser de mais fácil obtenção e ter validade tanto para o ingresso no Canadá como nos Estados Unidos da América, não restam dúvidas de que a orientação (...) acarretou na negativa do visto, haja vista ter sido orientado a demonstrar na entrevista que tinha interesse em conhecer o Estados Unidos, quando na verdade seu real destino de interesse era o Canadá".


Esperamos que tenha ajudado e conte sempre com nossa equipe para assessorar em sua viagem.