×

Mundo dos Vistos

Visto americano para autônomo: como obter o seu

Visto americano para autônomo: como obter o seu

Muitas pessoas sonham em viajar para os Estados Unidos e conhecer cidades como Nova York, Miami, Orlando, Los Angeles e muito mais. A questão é que a documentação para fazer a viagem nem sempre é simples e descomplicada. E quem deseja solicitar o visto americano para autônomo pode ter ainda mais dúvidas durante o processo.

Na hora de obter o visto, por exemplo, é necessário cumprir uma série de etapas e exigências que comprovem sua atividade profissional, para que fique clara a sua intenção de voltar ao Brasil no período previsto.

Uma das principais maneiras de provar vínculo com o país de origem é a atividade profissional. A maior parte das pessoas costuma apresentar o contracheque como forma de demonstrar o vínculo empregatício com uma determinada empresa.

Mas… e os profissionais autônomos? Como fazer para demonstrar que você realmente pretende retornar ao Brasil? Se este é o seu caso, continue lendo. Hoje vamos contar tudo que você precisa saber para solicitar - e conseguir - o seu visto americano sendo um profissional autônomo.

Como conseguir o visto

Como ter total tranquilidade na hora de solicitar o visto americano para autônomo:

O processo para tirar o visto americano é bastante burocrático e algumas etapas devem ser realizadas em outro idioma.

Por isso, a melhor forma de solicitar o seu visto é contar com uma assessoria especializada. A Mundo dos Vistos tem um time com ampla experiência para que você possa viajar para qualquer destino.

Nós podemos cuidar de todas as formalidades. Tornamos um procedimento longo e complicado em algo simples, com total comodidade para a sua viagem.

Oferecemos a orientação completa sobre cada etapa do processo. Além disso, preparamos você para a entrevista e estamos atentos para não perder nenhum prazo.

O que é o visto?

Antes de prosseguirmos, é importante ter em mente que o visto é uma autorização formal para que você possa entrar em um determinado país.

Ou seja, tirar o visto é um pedido que os estrangeiros fazem ao governo de um determinado país para que a entrada no território seja autorizada. Por este motivo chamamos de processo de solicitação do visto.

Portanto, cada país tem direito de estabelecer seus próprios critérios para aceitar ou para recusar os visitantes estrangeiros. Logo, os requisitos para obter o visto variam muito de país para país. Inclusive muitas nações sequer exigem um visto para que a entrada de visitantes estrangeiros seja permitida.

O Brasil possui acordo com diversos países, como a Inglaterra e a França, que não exigem visto para os viajantes. Brasileiros que queiram ir para os Estados Unidos, entretanto, precisam obter um visto para poder entrar no território americano.

Vínculo com o Brasil

Vínculo com o Brasil: por que ele é importante para ter o visto americano aprovado?

Uma das grandes preocupações do governo americano é que o viajante fique no país por mais tempo do que aquele permitido pelo visto.

Por este motivo, na hora de solicitar o seu visto, será importante demonstrar que você tem a intenção de retornar para o Brasil. Uma das principais formas de garantir seu retorno é mostrar que você tem vínculo com seu país.

Ou seja: você deve provar que há boas razões para o seu retorno após a viagem. Este é o motivo pelo qual é importante demonstrar fatores como: ter laços familiares, possuir bens, exercer atividades comunitárias e ter um trabalho em seu país de origem.

É claro, nem todos esses requisitos são necessários para que o seu pedido de visto seja aprovado. Mas quanto maiores forem os seus vínculos com o Brasil, mais aumentam as chances de obter o visto


Como comprovar vínculo profissional?

Vínculo profissional para o autônomo: como comprovar?

Quem é funcionário público ou trabalha com carteira assinada consegue comprovar o vínculo profissional de uma maneira bem simples e objetiva. Basta apresentar o contracheque ou carteira de trabalho.

Mas e o profissional autônomo? Qual é o caminho para comprovar que existe um vínculo profissional no Brasil?

A forma mais simples de fazer isto é ter um CNPJ. Muitos profissionais autônomos já possuem este número, que é necessário para diversos contratos de trabalho como Pessoa Jurídica.

Se você ainda não tem um número de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, uma boa dica é se cadastrar como Microempreendedor Individual, o MEI.

Desta forma, é possível mostrar que você trabalha no Brasil e, portanto, não há motivos para que você deseje ficar ilegalmente nos Estados Unidos.

Não tenho CNPJ

Sou profissional autônomo e não tenho CNPJ. Há alguma outra forma de comprovar vínculo profissional para o visto americano?

Se o seu tipo de trabalho for mais informal e, por algum motivo, você não tem um número de CNPJ, não precisa desistir de viajar para os Estados Unidos. Há algumas formas de demonstrar seus vínculos profissionais no Brasil.

A melhor dica é reunir todos os documentos que possam servir como prova de sua atividade profissional. Alguns exemplos são: cartas de clientes, contrato de prestação de serviço feito como pessoa física, recibos, comprovantes de pagamento devido ao trabalho, entre outros.

Além disso, é importante ter em mãos também sua declaração de Imposto de Renda. Tudo isso pode ser utilizado para demonstrar seus laços profissionais aqui no Brasil.

É importante lembrar que os documentos referentes a trabalhos já realizados não servem para comprovar um vínculo no presente. Eles servem apenas para demonstrar que você exerceu a atividade em um determinado período.

Renda

Renda e estabilidade financeira também são importantes na hora de solicitar o visto americano para autônomo:

Além de comprovar o vínculo, também é importante mostrar que você tem renda e estabilidade financeira. Há dois motivos principais para isso.

O primeiro é que uma pessoa com renda própria e com estabilidade financeira provavelmente não terá a necessidade de largar tudo para viver ilegalmente nos Estados Unidos.

Outra razão pela qual é importante comprovar sua renda é que o visto só é concedido quando o governo se certifica de que você tem recursos financeiros para custear seus planos de viagem.

Além disso, é importante que o solicitante do visto possa demonstrar que o dinheiro para a viagem foi obtido de forma legalizada e idônea.

Como comprovar a renda?

Como profissional autônomo pode comprovar renda para o visto americano?

Pelos motivos explicados acima, é importante que você possa demonstrar que possui renda e como ela é obtida. Então, na hora de solicitar o visto, tenha em mãos o seu imposto de renda e o extrato bancário dos últimos meses.

Estes dois documentos são exigidos para todos aqueles que requisitam o visto americano. Mas eles são particularmente importantes para o profissional autônomo, uma vez que não é possível mostrar um contracheque para comprovar sua renda mensal.

Se, além da atividade profissional, você possuir outros rendimentos, como investimentos financeiros, também é recomendado colocá-los como parte da documentação comprobatória.

Como descrever sua atividade profissional

Profissional autônomo: como descrever sua atividade profissional para o visto americano

Quando for solicitar o visto será necessário explicar o que você faz em termos de atuação profissional. Esta explicação será requisitada na hora de preencher o formulário eletrônico.

Além disso, é bem provável que você precise responder novamente esta pergunta durante a entrevista no consulado. Veja como proceder da melhor forma em cada uma das etapas:

Descreva sua ocupação profissional no formulário eletrônico:

O formulário DS-160 é a primeira etapa necessária para todos que desejam tirar o visto americano. Há um campo específico para que você informe sua ocupação principal. As opções fornecidas são:

  • Agriculture – Agricultor
  • Artist/performer – Artista / Intérprete
  • Business – Empresário / Negócios
  • Communications – Comunicação
  • Computer Science – Ciências da Computação
  • Culinary / Food Services – Culinária / Serviços de Alimentação
  • Education – Educação
  • Engineering – Engenharia
  • Government – Governo (para servidores públicos)
  • Homemaker – Dona de Casa / Do lar
  • Legal Profession – Profissão Jurídica
  • Medical/Health – Médico / Profissional de Saúde
  • Military – Militar
  • Natural Science – Ciência Natural
  • Not employed – Desempregado
  • Physical Sciences – Ciências Físicas
  • Religious Vocation – Vocação Religiosa
  • Research – Pesquisa
  • Retired – Aposentado
  • Social Science – Ciências Sociais
  • Student – Estudante
  • Other – Outro (caso nenhuma das anteriores se enquadrar)

Você deve selecionar aquela que mais se aproxima da sua área de atuação. Caso você opte por clicar na última, que diz "outro", será aberto um campo para que você escreva aquilo que faz.

Descreva também suas ocupações anteriores

O campo seguinte servirá para que você descreva suas atividades profissionais nos últimos cinco anos. As opções são idênticas àquelas que aparecem na etapa anterior.

Leia tudo com calma e responda a verdade, de acordo com suas experiências anteriores.

Entrevista

Perguntas sobre a ocupação profissional durante a entrevista para tirar o visto americano

Depois de preencher o formulário e de pagar a taxa, você deverá agendar sua visita presencial ao CASV e ao Consulado. É lá que ocorrerá a entrevista para tirar o visto.

Lembre-se de que você deve responder apenas ao que é perguntado. Portanto, é possível que não seja necessário falar sobre sua profissão nesta etapa.

Mas, caso o oficial peça mais detalhes sobre o seu trabalho, fique tranquilo. É uma pergunta que ocorre com certa frequência e não significa que há nada de errado com as informações que você forneceu.

Basta descrever seu ramo de atuação e suas atividades de rotina. Não esqueça de levar toda a documentação comprobatória, porque sempre existe a possibilidade de precisar mostrar todos os papéis.

É melhor estar preparado para qualquer eventualidade.

Quero trabalhar nos EUA

Sou profissional autônomo e quero o visto para ir trabalhar nos Estados Unidos. Como devo fazer?

Todas as nossas dicas são para pessoas que desejam solicitar o visto americano de categoria B, indicado para viagens de negócios ou de turismo. Este tipo de visto não permite que você exerça nenhuma atividade profissional nos Estados Unidos.

Se a sua intenção é trabalhar em território americano de forma temporária, o indicado é solicitar o visto nas categorias D, E, I, H, L, O, P, Q, R. Cada uma delas corresponde a uma atividade profissional e os trâmites burocráticos irão variar de acordo com cada caso.

Para conseguir este tipo de visto será necessário passar por um processo diferente. Mas vale a pena para aqueles que desejam exercer a profissão com tranquilidade e dentro da lei em território americano.


Como tirar o visto americano?

Sou profissional autônomo e quero tirar o visto americano. O que devo fazer?

Como você provavelmente pode perceber, o processo para obter o visto é burocrático e pode gerar bastante ansiedade. Por isso, a melhor dica para que tudo corra bem é contratar uma assessoria especializada.

Se você é profissional autônomo e está em dúvida sobre a documentação necessária para solicitar o visto americano para autônomo, fale conosco agora mesmo. Temos ampla experiência em todos os passos do processo e poderemos cuidar de toda a burocracia, sem perder nenhum prazo importante.

Aqui, na Mundo dos Vistos, podemos lhe orientar sobre todos os passos necessários para sua viagem. Oferecemos todo o suporte para que você saiba:

  • Que tipo de visto você deve pedir;
  • Como proceder para obter o visto;
  • Todas as exigências de documentação de acordo com cada caso;
  • Como se comportar durante a entrevista
  • e muito mais.

Entre em contato com a Mundo dos Vistos e consiga seu visto americano para autônomo com toda a tranquilidade


Conteúdos relacionados

/images/passaporte.jpg

Como tirar o passaporte

Como tirar passaporte: tire suas dúvidas com esse passo a passo

/images/mapa.jpg

Endereços dos CASVs

Saiba onde estão localizados os CASVs americano no Brasil

/images/usvisa.jpg

Como tirar seu visto americano

Veja um passo a passo de como tirar seu visto para os EUA

Atenção:

Esta página é apenas para fins informativos e não constituem um contrato. Como tal, qualquer informação contida neste site está sujeita a alterações com ou sem aviso prévio. A Mundo dos Vistos não se responsabiliza por estas mudanças. Busque sempre informações atualizadas.