×

Mundo dos Vistos

Visto de Trabalho no Canadá como conseguir? Guia completo autualizado em 2024

Visto de Trabalho no Canadá como conseguir? Guia completo autualizado em 2024

Tópicos

Visto de Trabalho no Canadá como conseguir? Guia completo

O visto de trabalho no Canadá é um sonho de consumo para muitas pessoas e uma oportunidade única de crescimento e desenvolvimento profissional.

Não é a toa que muitos buscam oportunidades fora do Brasil pelo reconhecimento, remuneração e melhores condições de vida.

Portanto, preparamos este guia completo com tudo o que você precisa saber para enfrentar este pedido, como se preparar, quais suas possibilidades e muito mais. Acompanhe.

O que é o visto de trabalho no Canadá?

O que é o visto de trabalho no Canadá?

Trabalhar fora do Brasil é um sonho a ser conquistado e no Canadá não seria diferente. O visto canadense nada mais é do que um documento que permite os estrangeiros trabalharem de forma legal no país.

Não existe apenas um tipo de visto de trabalho, existem alguns modelos inclusive estudantes podem trabalhar lá dependendo do tipo de solicitação que fizer, em que ao mesmo tempo estudam e ganham dinheiro.

Os pontos principais que envolvem o visto de trabalho canadense é o programa de trabalhadores estrangeiros temporários, conhecido como TFWP. Ele permite que cada empregador canadense contrate um número X de trabalhadores estrangeiros, mas todos de forma temporária.

Isso é permitido quando as empresas não encontram uma mão de obra qualificada na região, então eles fazem uma oferta de emprego válida emitindo uma autorização de trabalho para um possível candidato estrangeiro.

Outro aspecto que envolve é o programa de mobilidade Internacional, que possui várias categorias de visto de trabalho incluindo estagiários e jovens profissionais.

Também há opção de vistos para profissionais qualificados, no caso de médicos, engenheiros e outros profissionais, para obter um visto temporário ou permanente levando em consideração a circunstância.

Não vamos falar de todas categorias que permitem trabalho, já que o que nos interessa é o "Work Permit" exigido para todos os que desejam ter uma vaga no mercado de trabalho canadense, ou já trabalhem no país, devendo apresentar a renovação de tempos em tempos.

Quem tem direito ao visto de trabalho no Canadá?

Para saber se você tem direito ao visto de trabalho no Canadá é necessário levar em consideração vários fatores que englobam desde o tipo de trabalho, o tempo de estadia até circunstâncias individuais.

A oferta de emprego é o primeiro item a ser considerado, é necessário que um empregador canadense ou uma empresa esteja elegível para um visto de trabalho, comprovando que ele não encontra a mão de obra qualificada e por isso precisa contratar uma estrangeira.

A categoria de vistos de trabalho também é levado em consideração já que podem existir algumas opções, como é o caso do TFPW e IMP.

As qualificações e experiência de cada profissional também conta como um requisito específico e relevante para que você consiga obter um visto de trabalho e podem variar de acordo com a sua profissão.

Também é necessário fazer toda a comprovação de meios financeiros para mostrar que você tem condições de se sustentar no Canadá caso o seu visto tenha uma longa duração.

Além disso, para obter o direito a trabalhar no Canadá é necessário comprovar a proficiência do inglês ou francês, dependendo da região a qual você foi prestar seus serviços.

Existem também alguns programas específicos de imigração que buscam trabalhadores qualificados para residir de modo permanente no país.

Contrate especialista em visto Canadense

Como tirar o visto de trabalho para o Canadá?

Você deve saber que para tirar o visto de trabalho para o Canadá é necessário entrar com uma solicitação demonstrando a sua intenção de trabalhar no país de modo temporário.

É fundamental que este trabalho tenha sido pré-combinado com o empregador para não ter nenhum tipo de problema na hora de conseguir o visto. Este empregador deve contatar o Ministério de recursos humanos do Canadá e ter um parecer sobre o mercado de trabalho na região.

Caso a confirmação seja positiva você consegue dar início ao processo de solicitação para o visto de trabalho. Portanto, nada de tentar ingressar no país primeiro para depois procurar um emprego.

Se o seu objetivo é sair do Brasil para trabalhar no Canadá, você já deve ter uma proposta aberta. Isso te dará mais chances de possibilidades de se desenvolver na região.

Lembre-se de que é impossível pedir um visto de trabalho, estando no Canadá, pois a oferta é o passo inicial do seu processo.

Etapas do Processo

Etapas do Processo

Como acabamos de dizer, é necessário ter uma proposta de trabalho no Canadá para dar entrada na solicitação do visto.

Dito isto, o empregador irá entrar em contato com o Ministério de recursos humanos do Canadá. Ele deverá solicitar um parecer sobre o mercado de trabalho e o impacto que uma contratação de um estrangeiro terá na economia do lugar.

Após a confirmação positiva, você poderá solicitar a permissão de trabalho, chamada de W-1. Neste caso é necessário ter sido aprovado na LMO (Labour Market Opinion) e possuir uma proposta formal de trabalho enviada pelo empregador ou empresa contratante;

Assim, você irá dar entrada na sua solicitação pelo consulado ou pelo Visa Application Center (VAC).

Não são muitas as etapas, mas o processo pode ser bem complexo se você não se organizar.

Através do VAC

Esta é uma das maneiras mais simples de conseguir o visto no processo, uma vez que o órgão competente irá conferir todos os seus documentos e formulários enviados antes de mandá-los para o consulado.

No entanto, é necessário pagar uma taxa para que este processo seja feito com tranquilidade. Também existem opções de pagar processos a parte que incluem o preenchimento da documentação e a devolução do passaporte.

Através do Consulado

Você também pode optar por fazer isso através do consulado, que é um pouco mais demorado e burocrático, mas funciona da mesma maneira.

O tempo médio para finalização do processo de visto pode variar muito dependendo do acordo inscrito no contrato de trabalho.

Já com relação ao tempo que você poderá ficar no país, isso será dado pelos oficiais da imigração ou do consulado e também pode sofrer variação. Tudo levará em conta o seu contrato de trabalho.

Por isso é tão importante ter a proposta antes de entrar com o pedido, pois não é mera exigência das autoridades.

Passo a Passo

Como acabamos de explicar para você detalhes importantes das etapas do processo, confira o passo a passo e prepare-se para enxergar com mais clareza o que deverá fazer para obter o visto de trabalho no Canadá.

1. A empresa responsável pela sua contratação deve ter uma autorização do governo, chamada LMO;

2. Em seguida você irá preencher os formulários: de residente temporário, pedido de permissão de trabalho, questionário e informações adicionais. Assine todos.

3. Depois você deverá tirar 2 fotos recentes no formato 3cm X 5cm.

4. Separe todos os documentos de viagem válidos: seu pedido de visto de trabalho no Canadá e seu passaporte com a validade condizente com o tempo que você vai residir lá;

5. Apresente provas de todos os seus recursos financeiros através de cartões, extratos bancários, imposto de renda e etc.

6. É necessário apresentar também comprovantes médicos, com o profissional indicado pela autoridade consular;

7. O seu contrato de trabalho deve estar assinado pela empresa e deve ser anexado ao pedido;

8. Aguarde o processo de aceitação para obter o certificado antes de viajar;

9. Preencha e assine o formulário de consentimento do VAC corretamente, nada de erros ou rasuras;

10. Pague as taxas do VAC e do consulado que pode ser em torno de R$500;

11. Agora aguarde o tempo de processamento de até 60 dias.

Motivos que podem negar o visto

Depois de tudo o que dissemos aqui, é necessário que você saiba que nem tudo pode ser um processo simples ou fácil de conseguir, pois existem motivos pelos quais um visto de trabalho para o Canadá pode ser negado pelas autoridades.

No caso de uma documentação incompleta ou incorreta, ou mesmo se você fornecer informações falsas pode resultar em negação, isso é óbvio.

Se você também estiver pedindo um tipo de visto e você não atende aos requisitos necessários para conseguir obtê-lo, você será inelegível para esse tipo, e a negação é uma consequência deste processo.

Outro fator é se o empregador demonstrar incapacidade de comprovar a necessidade de um trabalhador estrangeiro. Isso porque a região deve ser analisada como um todo e ele encontrar meios o suficiente que comprovem que não há mão de obra qualificada para desenvolver o trabalho que ele precisa.

Problemas com a oferta de emprego também podem gerar uma ligação do visto, pois todas elas devem estar em conformidade com as regulamentações do Canadá, envolvendo questões salariais, condições adequadas de trabalho entre outras.

Conclusão

Com tudo isso o que dissemos aqui, cabe a você reconhecer cada uma das etapas e saber se está qualificado para o processo.

É fundamental seguir todas as regras para não ter nenhum problema com a imigração ou autoridades locais do Canadá.

Esperamos ter te ajudado com estas informações e não se esqueça de compartilhar este conteúdo. Boa sorte!

Foto de Marcelo Pinto
Marcelo Pinto

Marcelo Pinto, CEO da SOS Canadá & Mundo dos Vistos, com mais de vinte anos na indústria de turismo e imigração, se destaca como um empresário apaixonado por conectar pessoas a novas culturas e oportunidades. Formado em Turismo, sua missão é facilitar experiências transformadoras. Especializado em processos de vistos, ele enxerga cada cliente como uma história única, buscando transformar seus sonhos em realidade. Sua abordagem vai além da burocracia, focando em criar futuros, reunir famílias e abrir portas para novas possibilidades.


Conteúdos relacionados

/images/calendar.jpg

Veja qual é o tempo médio de processamento de cada visto.

/images/fees.jpg

Saiba os valores das taxas consulares para vistos canadenses

/images/doubt.jpg

Saiba a diferença e qual é a melhor opção para sua viagem.

Atenção:

Esta página é apenas para fins informativos e não constituem um contrato. Como tal, qualquer informação contida neste site está sujeita a alterações com ou sem aviso prévio. A Mundo dos Vistos não se responsabiliza por estas mudanças. Busque sempre informações atualizadas.

Clientes
Quero contratar