×

Mundo dos Vistos

Como tirar o visto para o Japão 2022

Como tirar o visto para o Japão

Vários países já deixaram de exigir visto para brasileiros entrarem em suas fronteiras. Entretanto, o Japão ainda não é um deles. Para entrar no país, brasileiros ainda precisam de visto.

Neste artigo, você vai entender o passo a passo para tirar o visto para o Japão, valores e a documentação necessária.

Existem diferentes tipos de visto que você pode solicitar que varia dependendo da finalidade da sua viagem. Os mais comuns são:

Visto de curta permenência

Indicado para quem pretende fazer uma viagem curta ao país, podendo permanecer por, no máximo, 90 dias. Esse visto é concedido a turistas, a quem vai a negócios específicos, para participar de congressos etc.

Nesse caso, existem 2 tipos de visto. O de uma, de duas entradas e de múltiplas entradas, que limita a quantidade de entradas no país. E o de múltiplas entradas, que permite que a pessoa entre e saia várias vezes do país, dentro do período de validade, mas normalmente você não pode solicitar um visto de múltiplas entradas sem ter histórico de viagem ao Japão.

Visto de estudos

Indicado para quem pretende estudar no país, já que é exigido pelas escolas e universidades. O visto é emitido com duração de 6 meses a 2 anos, entretanto, dependendo do tipo de curso que se está fazendo, pode ser renovado.

O interessante do visto de estudo é que, mesmo a condição da pessoa durante a sua permanência sendo de estudante.


Visto de trabalho

Esse visto permite que a pessoa vá para o país já com um emprego ou profissão definida. O tempo de permanência varia com a atividade que irá realizar no Japão.

Visto de trânsito

Para quem vai apenas fazer conexão no país até chegar ao seu destino final. Dependendo de qual seja o seu destino, pode ser necessário ter que apresentar o visto desse país antes de solicitar o seu visto de trânsito para o Japão.

Documentação necessária

Passo a passo e documentação necessária para tirar o visto para o Japão.

O primeiro passo é acessar o site da Embaixada do Japão e baixar o formulário inicial. Junto com o formulário, deve ser incluída uma foto 3x4 tirada há, no máximo, 6 meses, com fundo branco e sem data.

É preciso preencher o formulário e anexar a documentação solicitada, que inclui:

  • Passaporte válido e passaportes antigos caso já tenham sido concedidos outros vistos para o país;
  • Cópia da passagem de ida e volta para o Brasil;
  • Cópia autenticada do RG ou CNH;
  • Cópia da última declaração de imposto de renda, com recibo de entrega;
  • Para turistas, cronograma da viagem com as cidades que serão visitadas, as datas e o contato do hotel onde ficará hospedado. Caso você tenha comprado um pacote fechado em uma agência, pode juntar um panfleto do pacote.
  • Para quem vai a negócios, carta da empresa detalhando o motivo da viagem, com nomes, telefones e endereços das empresas que serão visitadas, bem como a informação do responsável financeiro pela viagem.
  • Para quem vai participar de congressos ou outro evento, carta convite do evento, individual ou coletiva, em japonês ou algum outro documento que explique do que se trata o evento.

A lista completa e atualizada dos documentos necessários pode ser acessada clicando aqui.

Os documentos devem ser enviados o mais completo possível para evitar quaisquer eventualidades.

Embaixadas e Consulados do Japão no Brasil

O passo seguinte é se dirigir á Embaixada ou ao Consulado mais próximo. Existem consulados específicos dependendo da região onde você mora. Vejamos:

- Consulado Geral do Japão em São Paulo; para quem mora em São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e região do triângulo Mineiro;

- Embaixada do Japão no Brasil: para quem mora no Distrito Federal, Goiás e Tocantins;

- Escritório Consular do Japão no Recife: para quem mora em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Sergipe, Alagoas e Bahia;

- Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro: para quem mora no Rio de Janeiro, Espírito Santos e Minas Gerais;

- Consulado Geral do Japão em Belém: para quem mora no Pará, maranhão, Amapá e Piauí;

- Consulado Geral do Japão em Manaus: para quem mora no Amazonas, Rondônia, Roraima e Acre;

- Consulado Geral do Japão em Curitiba: para quem mora no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

- Escritório Consular do Japão em Porto Alegre: para os moradores de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul.

Caso você não more em uma cidade que tem Embaixada ou Consulado, poderá solicitar seu visto através de nossos serviços e enviar os documentos pelos correios.

Caso você prefira ir pessoalmente ou more em uma das cidades que tem Consulado, deverá ir pessoalmente, tanto para fazer o requerimento quanto para retirar o visto.

Taxas do visto para o Japão

A taxa vai variar de acordo com a quantidade de entradas que você pretende fazer no país dentro do período de validade. Para uma única entrada, o valor é de R$ 150,00. Já para duas entradas é de Consulte-nos e o múltiplas entradas, o valor é de R$ 300,00.

Já a taxa para o visto de trânsito, a taxa é de apenas R$ 35,00.

Quando tirar o visto para o Japão

Como dissemos, o visto de curta permanência é concedido por um período máximo de 90 dias. Então, não adianta tirar seu visto com muita antecedência, pois ele começa a valer no momento que você recebe o passaporte com o visto.

Então não adianta tirar com bastante antecedência, basta tirar um ou dois meses antes da sua viagem.

Vistos de estudos e de trabalho

No caso desses vistos, o prazo para análise é um pouco mais longo e a documentação necessária também varia um pouco. Em caso de visto de estudo, por exemplo, é necessário carta de aceitação da escola ou universidade onde se pretende estudar.

Já no caso de visto de trabalho, é necessário apresentar carta convite do empregador, com informações sobre salário e horário de trabalho.

Além disso, é preciso apresentar também comprovantes de residência de onde se pretende morar durante a permanência no país.


Conteúdos relacionados

/images/passaporte.jpg

Como tirar o passaporte

Como tirar passaporte: tire suas dúvidas com esse passo a passo

/images/doubt.jpg

eTA ou visto canadense?

Saiba a diferença e qual é a melhor opção para sua viagem.

/images/calendar.jpg

Prazos de processamento

Veja qual é o tempo médio de processamento de cada visto.