×

Mundo dos Vistos

Visto para Espanha 2022: Guia Completo

A Espanha é um destino escolhido por brasileiros, porque o país é dono de um clima extremamente agradável, tem belas paisagens, comidas extremamente saborosas e conta ainda com um patrimônio histórico riquíssimo.

No entanto, entender os diferentes tipos de visto para Espanha se faz necessário, porque muita gente opta não só por fazer turismo no país, mas deseja trabalhar, estudar, tendo em vista que a economia do país tem o poder das pessoas que desejam obter uma qualidade de vida melhor.

Brasileiro precisa de visto para a Espanha?

Para ficar na Espanha por até três meses não é necessário visto. Contudo, você vai precisar cumprir todos os requisitos e apresentar os seguintes documentos (a lista completa e atualizada você pode consultar clicando aqui:

  • Passaporte
  • Passagem de retorno
  • Seguro Viagem
  • Comprovante de hospedagem ou carta convite
  • Comprovante financeiro (o ideal é a pessoa tenha pelo menos 95 euros para gastar por dia enquanto durar a viagem)
  • Documento que comprove o motivo que ela está indo ao país que pode ser o roteiro de viagem.

Mas, se o objetivo da pessoa for permanecer por mais tempo, será necessário fazer a solicitação de visto para Espanha. Confira abaixo todas as etapas que o interessado precisará passar para obter a autorização.

Tipos de visto para Espanha

Quem deseja morar na Espanha vai precisar definir entre as opções de visto que estão disponíveis que são: visto para estudar, para trabalhar, para investir, empreender ou trabalhar e, ainda, visto para quem já tem renda ou está aposentado no país de origem.

Como conseguir visto para estudar na Espanha?

A pessoa que pretende estudar na Espanha por mais de 90 dias, será necessário obter o visto obrigatório. O estudante precisará na primeira etapa para o visto de estudante contar com a aprovação da instituição onde irá estudar.

Além disso, será preciso ter atestado médico e mais seguro para necessidades médicas e, ainda, ter todo o dinheiro para se manter durante a realização do curso.

Neste caso, ele poderá comprovar que um familiar será responsável pela sua estada no país, mas diante dessa condição, o familiar precisará mostrar os meios usados para manutenção do estudante.

É necessário fazer o processo com antecedência, porque não há um prazo exato para a pessoa obter uma resposta, pois são as autoridades espanholas que vão deliberar o pedido e isso pode chegar a demorar até 30 dias.

Se o estudante permanecer em solo espanhol por mais de 6 meses, será preciso ter ainda o Número de Identificación de Extranjero que seria um documento parecido com a Carteira de Identidade, mas ele deve ser solicitado somente quando a pessoa já tiver entrado na Espanha.

A carteira de identidade dada ao estudante tem um ano de validade. Caso a pessoa esteja matriculada em um curso que demore mais do que esse período, a solicitação da renovação deverá ser feita no país.

Para obter o visto de estudante, a pessoa precisará entrar em contato com um dos consulados que existem no Brasil. Nos próximos parágrafos, o leitor encontrará a lista de cidades que têm o órgão.


Com visto de estudante poderei solicitar cidadania?

A pessoa que não for para a Espanha estudar não pode solicitar o visto de residência, porque eles entendem que a autorização é uma estância e não residência. Contudo, já em solo espanhol, a pessoa pode buscar trocar a sua situação para obter uma autorização para morar no país.

Caso o indivíduo vá para a Espanha, por exemplo, para cursar uma graduação ou mestrado, ao fim do curso, ela poderá pedir uma autorização para morar e, a partir disso, poderá procurar emprego.

Estudante poderá trabalhar enquanto estiver estudando?

Dependendo do curso, enquanto o estudante estiver na Espanha, ele pode sim trabalhar por um período que não seja superior a 20 horas por semana, mas é fundamental que o trabalho não conflite com o horário de aula.

Contudo, a pessoa que está com visto de estudante só poderá pedir para trabalhar a partir do momento que ela receber uma oferta profissional. Caso contrário, isso não será possível.

Além disso, o salário recebido do trabalho realizado em solo espanhol não pode ser usado para comprovar os meios econômicos de manutenção no país quando for preciso solicitar a renovação do visto de estudante. Os rendimentos recebidos no país devem entrar como uma renda extra.

Após o prazo de três anos seguidos, a pessoa que está estudando pode trocar o tipo de autorização passando para residência e trabalho.

É possível transformar o visto de turismo para de estudante?

Após a alteração da Lei de Estrangeiros, o brasileiro que entrar no país ibérico como turista poderá obter uma autorização de estância que é diferente do visto, mas é um documento que permite a estada no país para a realização de curso.

Depois de matriculado, a pessoa poderá pedir o Permiso de Estância diretamente na Oficina de Extranjería. Porém, a solicitação só pode ser feita a partir do momento que o turista está regularizado no solo espanhol. Para isso, a pessoa deve considerar os 90 dias recebidos para entrar como turista.

No entanto, para ter sua permanência no país transformada para estudante, a orientação é que a pessoa tenha se registrado como domiciliado em alguma cidade espanhola.

Com todos os documentos em mãos, a pessoa deve dar início a ação considerando os primeiros 60 dias do visto de turismo, pois assim ela terá tempo hábil para ter sua situação regularizada e ao fim do prazo, já terá autorização para permanecer como estudante.

Como conseguir visto para trabalhar na Espanha?

A pessoa que pretende conseguir o visto para atuar profissionalmente na Espanha e que não possui cidadania europeia precisará ter um contrato de trabalho para conseguir a autorização para permanecer no país.

Para fazer a solicitação, a empresa que está interessada na contratação do profissional deverá emitir uma carta para a pessoa e ela deverá fazer a apresentação juntamente com os demais documentos.

Juntando a carta e mais o contrato de trabalho, ainda no Brasil o indivíduo consegue dar início ao processo para obtenção do visto para a Espanha no consulado que fica no Brasil.

Outro ponto é que o visto de trabalho passa ainda pela conquista de autorização prévia do governo espanhol para que a pessoa fixe residência no país ibérico. A empresa que está contratando o profissional é que deve fazer tal solicitação.

Essa medida segue uma determinação do governo espanhol que em caso de taxa de desemprego estiver acima da porcentagem previamente estipulada, a vaga deverá ser preenchida por um trabalhador local.

A documentação que deve ser apresentada deverá ser traduzida para o espanhol, mas é preciso contratar um profissional que seja credenciado diretamente com o governo da Espanha.

Como conseguir visto para quem já tem renda fixa ou é aposentado?

Muita gente que depois de fazer a vida no Brasil decide viver em um país que oferece melhores condições. Neste caso, para a pessoa que tem renda fixa ou é aposentada e deseja morar no território espanhol, precisará ter o visto para Espanha específico para sua condição.

Para tal condição, a pessoa deve ter a autorização chamada de "Visto de Residência Temporária Não Lucrativa". Para obter, o interessado deve fazer a solicitação diretamente no Consulado da Espanha que está no Brasil, assim como todos os outros tipos de visto.

É preciso apenas não ter cidadania europeia e nem ter algum familiar da União Europeia, não estar em solo espanhol de forma irregular e nem possuir antecedentes criminais. No entanto, a pessoa precisa possuir meios para sobreviver no país.

O tempo de análise para essa modalidade de concessão pode ser de até três meses. Caso o parecer seja positivo, o brasileiro terá três meses para ir para a Espanha.

Como obter visto de empreendedor?

Essa autorização envolve diversas oportunidades, pois é destinada para quem deseja investir no país, dar início a uma empresa ou atuar como profissional autônomo. Caso a pessoa opte pela abertura de uma empresa, ela precisará fazer a solicitação de visto de empreendedor.

A modalidade permite que o dono da empresa e a sua família morem no solo espanhol enquanto a empresa funcionar de forma legal e a solicitação do pedido é formalizada diretamente no Brasil por meio do consulado espanhol.

Prioritariamente, o prazo concedido é de 2 anos e ele pode ser aumentado se a empresa estiver em operação. Depois desse período e se a pessoa estiver com todos os documentos em dia, a solicitação de cidadania espanhola pode ser realizada.

A pessoa que pretende investir na Espanha precisará comprovar que tem capacidade profissional para tal e, ainda, mostrar o plano de negócio que foi desenvolvido para a implantação da atividade.

Esse documento precisará evidenciar todas as etapas que envolvem o empreendimento e mais o retorno esperado, o estudo de mercado e o público-alvo.

O visto para Espanha destinado a empreendedores pode ser solicitado por: investidores de capital, investidores imobiliários, pesquisadores, profissionais que têm qualificação alta e empresários.

O que precisa para tirar o visto da Espanha?

A pessoa que pretende tirar visto para Espanha precisa ter em mãos o seu passaporte válido. Contudo, se ela for da União Europeia, do Reino Unido, da Suíça ou de algum país que pertence ao Espaço Econômico Europeu, ela só vai precisar do documento de identidade que esteja em vigor. Os menores de idade, por sua vez, precisam portar uma autorização do pai.

Pode ser que a pessoa que vá para a Espanha por mais tempo precise justificar o motivo da estada no país bem como a comprovação de recursos econômicos.


Onde tirar visto para Espanha no Brasil?

A pessoa que pretende obter seu visto para Espanha precisará fazer a solicitação em um dos consulados que existem no Brasil.

Há consulado espanhol nas cidades de (verifique previamente se o escolhido atende à solicitação de vistos):

  • Maceió;
  • Manaus;
  • Ilhéus;
  • Salvador;
  • Fortaleza;
  • Brasília;
  • Vitória;
  • Goiânia;
  • São Luís;
  • Cuiabá;
  • Campo Grande;
  • Belo Horizonte;
  • Belém;
  • João Pessoa;
  • Curitiba;
  • Londrina;
  • Recife;
  • Teresina;
  • Rio de Janeiro;
  • Natal;
  • Bagé;
  • Porto Alegre;
  • Rio Grande;
  • Santana do Livramento;
  • Uruguaiana;
  • Campinas;
  • Ribeirão Preto;
  • Santos;
  • São Paulo.

Apesar de existir consulados em diversas cidades do Brasil, a pessoa que deseja tirar visto para Espanha pode ter todo o seu processo facilitado a partir do momento que ela conta com a ajuda dos profissionais que atuam na Mundo dos Vistos, porque eles estão prontos para tornar todo o processo burocrático mais simples e prático!

Qual o valor do visto para Espanha?

O valor do visto de estudos para Espanha custa em média em torno de R$ 490,00. Após fazer a solicitação.

Documentos necessários para solicitar o visto

  • Formulário
  • Passaporte Válido
  • Documentos que comprovem as condições econômicas
  • Documentos que comprovem as condições sociais
  • RG
  • Carta de propósito da viagem

Para a lista atualizada, clique aqui.

Esses são os documentos principais que as pessoas precisarão apresentar para obtenção do visto para Espanha. No entanto, dependendo do tipo de solicitação, será necessário ter em mãos mais algumas autorizações. Entre em contato com os especialistas do Mundo dos Vistos para tornar o processo mais simples e prático para sua viagem.


Conteúdos relacionados

/images/italia.jpg

5 Curiosidades sobre a Itália

Saiba mais sobre a Itália com essas curiosidades interessantes.

/images/passaporte.jpg

Como tirar o passaporte

Como tirar passaporte: tire suas dúvidas com esse passo a passo

/images/portugal.jpg

Precisa de visto para Portugal?

Saiba se precisa de visto para Portugal. Veja as dicas imperdíveis!