×

Mundo dos Vistos

Como tirar o visto japonês para descendentes

Como tirar o visto japonês para descendentes

Tópicos

Visto japonês para descendentes: como obter o seu

Um número cada vez maior de pessoas busca obter o visto japonês para descendentes. Afinal, o Japão é um país com excelente qualidade de vida e uma cultura riquíssima.

Com suas belas paisagens e sua mistura incomparável de tradição e de modernidade, morar no Japão é um sonho para muitas pessoas. Há inúmeras oportunidades para quem busca estudar, trabalhar e viver com tranquilidade.

Mas você sabia que o processo para obter o visto pode ser facilitado para descendentes de japoneses? Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Continue lendo e saiba como obter o seu visto japonês.

Tenha total tanquilidade na hora de solicitar o visto japonês para descendentes

O processo para tirar o visto japonês é burocrático e será necessário passar por mais de uma etapa.

Por isso, a melhor forma de solicitar o seu visto é contar com uma assessoria especializada.

A Mundo dos Vistos tem um time com ampla experiência para que você possa viajar para qualquer destino. Nós podemos cuidar de todas as formalidades. Tornamos um procedimento longo e complicado em algo simples, com total comodidade para a sua viagem.

Oferecemos a orientação completa sobre cada etapa do processo. Além disso, preparamos você para a entrevista e estamos atentos para não perder nenhum prazo.

Vantagens de obter o visto japonês para descendentes

O Japão é um país aberto, que recebe pessoas de todos os lugares do mundo. Entretanto, nem sempre é fácil obter o visto japonês. Principalmente para quem pretende viver no país por um período extenso.

Se você tem pais, avós ou bisavós japoneses, o processo para obter o visto pode se tornar muito mais fácil. Dessa forma, o visto japonês para descendentes é ideal para quem deseja residir, estudar ou trabalhar no Japão.

Como se chamam os descendentes de imigrantes japoneses

Como se chamam os descendentes de imigrantes japoneses

A imigração de japoneses para o Brasil começou no início do século XX. Atualmente, são utilizadas palavras específicas para descrever os descendentes de japoneses de acordo com a geração. Saiba o que cada uma delas significa:

  • Issei: É o cidadão japonês que deixou o país para morar no continente americano. Portanto, todos os imigrantes que vieram para a América do Norte, América Central ou na América do Sul são issei.
  • Nissei: São os filhos de imigrantes japoneses. Muitos nissei são filhos de pai e mãe japoneses. Mas a pessoa que tem apenas o pai ou apenas a mãe nascidos no Japão também é considerada nissei.
  • Sansei: Esta palavra é utilizada para se referir aos netos de imigrantes japoneses. Ou seja: os sansei são a terceira geração contando a partir da vinda de um issei para o Brasil.

Contrate especialista em visto

Koseki Tohon

Koseki Tohon

Koseki Tohon: essencial para obter o visto japonês para descendentes

Você deseja obter o visto japonês aproveitando os benefícios de ser descendente de isseis? Então o primeiro passo é preparar a documentação.

Uma vez que todos os papéis estejam em ordem, será o momento de dar entrada no pedido junto ao consulado. O Koseki Tohon é um documento imprescindível para comprovar a descendência japonesa.

Descubra o que é o Koseki e como obter uma cópia dele.

O que é o Koseki Tohon

O Koseki Tohon é o nome do documento onde são feitos os registros das famílias junto ao governo japonês. Em outras palavras, é no Koseki que ficam registrados oficialmente os nascimentos, óbitos, casamentos, divórcios e outros acontecimentos do tipo.

No Japão, o Koseki Tohon é de responsabilidade do governo municipal. Para obter o Koseki da sua família, será necessário fazer um pedido à prefeitura da cidade onde o seu antepassado japonês foi registrado.

Como obter o Koseki Tohon

O Koseki Tohon contém apenas o registro dos cidadãos japoneses. Logo, não é possível registrar filhos, netos e bisnetos brasileiros no Koseki Tohon.

Isso quer dizer que o Koseki serve para comprovar a nacionalidade japonesa de uma pessoa. Por este motivo, é essencial apresentá-lo perante o consulado.

Junto a ele, o nissei ou sansei irá anexar a documentação brasileira que comprove o parentesco com o cidadão japonês.

Como solicitar o Koseki Tohon

Há dois caminhos para solicitar o Koseki da família.

O primeiro é para quem está no Japão. Neste caso, o pedido pode ser feito através dos correios. Basta preencher um formulário e enviar ao governo municipal onde foi feito o registro.

Caso todos os membros da família estejam no Brasil, o ideal é contratar um serviço de assessoria especializada. O formulário costuma ser específico para cada cidade e deve ser preenchido em japonês. Além disso, é necessário ficar atento à documentação, que deverá acompanhar o pedido.

Documentação para solicitar o Koseki Tohon no Brasil:

Você é nissei ou sansei? Saiba que documentos enviar junto ao pedido do Koseki Tohon de sua família.

  • Formulário devidamente preenchido no idioma japonês;
  • Comprovante de pagamento das taxas administrativas;
  • Cópia do Koseki Tohon anterior (se houver);
  • Cópia do passaporte japonês (apenas para cidadãos japoneses);
  • Cópia do zairyu-card, o documento de identidade no Japão (apenas para cidadãos japoneses);
  • Cópia da certidão de nascimento, com tradução para o japonês (para filhos de japoneses);
  • Cópia da certidão de nascimento própria e do nissei ascendente, ambas traduzidas para o japonês (para netos de japoneses)

Validade do Koseki Tohon no pedido de visto japonês para descendentes

O consulado japonês só aceita Koseki Tohon emitidos há um ano ou menos. Após este período, será necessário fazer todo o pedido novamente. Portanto, fique atento a todos os prazos.

É importante ter em mente que o prazo para emitir o Koseki Tohon da família pode variar bastante. Isso porque cada cidade tem a sua própria organização, de acordo com a demanda. Para evitar surpresas, informe-se antecipadamente sobre o prazo de acordo com o seu caso específico.

Koseki Tohon, Koseki Shohon e Joseki Tohon: qual é a diferença?

Além do Koseki Tohon, há outros tipos de registro junto ao governo japonês. Saiba a diferença entre cada um deles:

  • Koseki Tohon: é o registro completo, de toda a família japonesa. Ele contém o registro de vários membros de uma mesma família. Por exemplo: em um mesmo Koseki Tohon estarão registrados o matrimônio de um casal e o nascimento dos filhos dessa união.
  • Koseki Shohon: é o registro individual. Ou seja: este documento irá conter os registros da vida de uma só pessoa. Por exemplo: o local e data de seu nascimento, nome dos pais e gênero.
  • Joseki Tohon: É o documento com todos os registros (nascimento, casamento, etc) feitos para uma pessoa que já faleceu. Caso o cidadão japonês de sua família seja falecido, será necessário apresentar o Joseki Tohon ao consulado.

Como obter visto japonês para descendentes?

Agora você já sabe como obter Koseki Tohon da sua família. Então, é hora de preparar o restante da documentação para dar entrada no pedido de visto junto ao consulado.

Visto japonês para descendentes: nissei

Quem é filho de um pai ou mãe japoneses pode pedir o visto de nissei junto ao consulado. Veja os documentos necessários para dar entrada na solicitação.

  • Passaporte original;
  • Formulário de Pedido de Visto assinado conforme o passaporte;
  • 1 foto colorida (com fundo branco) 3,5x4,5 recente (não será aceita foto de outro tamanho);
  • Cópia da Carteira de Identidade RG ou RNE (cópia autenticada);
  • Certidão de Nascimento do solicitante (cópia autenticada e com tradução simples);
  • Carteira de Identidade RG ou RNE do pai e/ou da mãe japonesa (cópia autenticada) (Caso seja(m) falecido(s) e não conste falecimento no Koseki Tohon, apresentar Certidao de Óbito (cópia autenticada)
  • Certidão de Casamento dos pais (cópia autenticada e com tradução simples) (Não haverá necessidade deste documento, se o casamento constar no Koseki Tohon)
  • Koseki Tohon ou Koseki no Zenbujikoshomeisho do pai ou da mãe japones(a) (validade 1 ano) (original e cópia simples)
  • Documento que comprove que o solicitante poderá se sustentar durante a estadia no Japão (Ex: Contrato Provisório de Trabalho (Koyonaiteisho) (original))

  • Documentos abaixo do garantidor residente no Japão (validade 3 meses):
  • Carta de Garantia (original)
  • Atestado de Emprego (Zaishokushomeisho) (original)
  • Atestado de residencia (Juminhyo) (original) (No caso de estrangeiro, não pode ser a versao resumida)
  • Cópia simples do cartao de permanência (frente e verso), se estrangeiro
  • Cópia simples do passaporte (páginas com dados pessoais, assinatura, vistos, selos de entrada e saida, etc.), se estrangeiro

  • Comprovante de renda, um dos documentos abaixo: (original e cópia simples)
  • Gensentyoshuhyo
  • Shotokushomeisho
  • Kakuteishinkokusho
  • Holerites (3 ultimos meses)

Observação: Cônjuges de Nissei também podem contar com condições especiais para obter o visto japonês.

Contrate especialista em visto

Visto japonês para descendentes: sansei

A documentação para dar entrada no visto como neto de japoneses é bem parecida com aquela exigida para os nisseis. Entretanto, há algumas diferenças.

Descubra quais são os papéis necessários para o seu caso:

  • Passaporte (original)
  • Formulário de Solicitação de Visto (original)
  • 1 foto colorida (com fundo branco) 3,5x4,5 recente (não será aceita foto de outro tamanho);
  • Certidão de Antecedentes Criminais emitido pela Polícia Federal (validade 90 dias) (original);
  • Atestado de Antecedentes Criminais emitido pelo órgão abaixo, do estado onde reside (validade 90 dias) (original) - São Paulo: Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt, da Polícia Civil, da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (apenas para maiores de 18 anos);
  • Carteira de Identidade RG do solicitante (cópia autenticada)
  • Certidão de Nascimento do solicitante (cópia autenticada e com tradução simples)
  • Carteira de Identidade RG do pai ou da mãe descendente de japonês (Caso seja(m) falecido(s), apresentar Certidão de Óbito (cópia autenticada)
  • Certidão de Nascimento do pai ou da mãe descendente (cópia autenticada e com tradução simples)
  • Certidão de Casamento dos pais (cópia autenticada e com tradução simples)
  • Carteira de Identidade RG ou RNE dos avós japoneses (cópia autenticada) (Caso seja(m) falecido(s), e não conste falecimento no Koseki Tohon, apresentar Certidão de Óbito (cópia autenticada)
  • Certidão de Casamento dos avós (cópia autenticada e com tradução simples) (Não haverá necessidade deste documento, se o casamento constar no Koseki Tohon.)
  • Koseki Tohon ou Koseki no Zenbujikoshomeisho do avô ou da avó japonês(a) (validade 1 ano) (original e cópia simples)
  • Documento que comprove que o solicitante poderá se sustentar durante a estadia no Japão (Ex: Contrato Provisório de Trabalho (Koyonaiteisho) (original)) Não haverá necessidade deste documento, se o garantidor for alguém da família (pai, irmão(ã), cônjuge ou filho(a)

  • Documentos abaixo do garantidor residente no Japão (validade 3 meses):
  • Carta de Garantia (original)
  • Atestado de Emprego (Zaishokushomeisho) (original)
  • Atestado de residência (Juminhyo) (original) (No caso de estrangeiro, não pode ser a versão resumida)
  • Cópia simples do cartão de permanência (frente e verso), se estrangeiro
  • Cópia simples do passaporte (páginas com dados pessoais, assinatura, vistos, selos de entrada e saída, etc.), se estrangeiro
  • Comprovante de renda, um dos documentos: (original e cópia simples) Gensentyoshuhyo; Shotokushomeisho; Kakuteishinkokusho; Holerites (3 últimos meses).

Observação: Cônjuges de Sansei também podem contar com condições especiais para obter o visto japonês.

Certificado de Elegibilidade:

Certificado de Elegibilidade

O Certificado de Elegibilidade é exigido apenas para os netos de cidadãos japoneses. Ou seja: quem é nissei não precisa apresentar este documento.

O certificado deve ser apresentado no momento em que o sansei desembarcar no Japão. Ele serve para atestar que as atividades que o sansei pretende exercer estão em conformidade com a lei de imigração.

O certificado de elegibilidade deve ser emitido no Japão e é válido por até 3 meses. A forma mais fácil de obtê-lo é nomear um procurador residente no país.

Garantidor japonês: quem é e quais são os documentos necessários

Além dos documentos listados acima, é necessário ter um garantidor para obter o visto como descendente.

O garantidor deve ser um cidadão japonês ou um residente permanente do Japão. Em poucas palavras, esta pessoa irá se responsabilizar pela boa conduta do nissei ou do sensei durante a estadia no Japão.

A documentação do garantidor deve ser apresentada junto com os demais documentos do nissei ou sensei solicitante do visto japonês. Veja quais são os documentos necessários para o garantidor japonês.

  • Carta de Garantia
  • Atestado de Emprego, chamado de Zaishokushomeisho
  • Atestado de residência, chamado de Juminhyo
  • Cópia do cartão de residência permanente (apenas para garantidores estrangeiros)
  • Cópia do passaporte
  • Comprovante de rendimentos

Como obter o visto japonês para descendente de forma fácil e rápida

Como você provavelmente pode perceber, o processo para obter o visto japonês é burocrático e pode ser estressante. Por isso, a melhor dica para que tudo corra bem é contratar uma assessoria especializada.

Se você está em dúvida sobre como solicitar o visto para o Japão, fale conosco agora mesmo. Temos ampla experiência em todos os passos do processo e poderemos cuidar de toda a documentação, sem perder nenhum prazo importante.

Aqui, na Mundo dos Vistos, podemos lhe orientar sobre todos os passos necessários para ir ao Canadá. Oferecemos todo o suporte para que você saiba :

  • Que tipo de visto você deve pedir;
  • Como proceder para obter o visto;
  • Todas as exigências de documentação para o visto;
  • Como escrever a carta de intenção para o visto canadense;
  • e muito mais.

Consiga o seu visto para o Japão. Entre em contato conosco agora mesmo. Estamos esperando por você.

Foto de Marcelo Pinto - CEO Mundo dos Vistos
Marcelo Pinto

Marcelo Pinto, CEO da SOS Canadá & Mundo dos Vistos, com mais de vinte anos na indústria de turismo e imigração, se destaca como um empresário apaixonado por conectar pessoas a novas culturas e oportunidades. Formado em Turismo, sua missão é facilitar experiências transformadoras. Especializado em processos de vistos, ele enxerga cada cliente como uma história única, buscando transformar seus sonhos em realidade. Sua abordagem vai além da burocracia, focando em criar futuros, reunir famílias e abrir portas para novas possibilidades.


Conteúdos relacionados

/images/india.jpg

Como tirar o visto para Índia: tire suas dúvidas com esse passo a passo

/images/passaporte.jpg

Como tirar passaporte: tire suas dúvidas com esse passo a passo

/images/japao.jpg

Como tirar o visto japonês: tire suas dúvidas com esse passo a passo

Atenção:

Esta página é apenas para fins informativos e não constituem um contrato. Como tal, qualquer informação contida neste site está sujeita a alterações com ou sem aviso prévio. A Mundo dos Vistos não se responsabiliza por estas mudanças. Busque sempre informações atualizadas.

Clientes
Quero contratar